Resistência?

No Comments

Você já reparou que a Bovespa está sem “novidades”?

A última grande puxada aconteceu com a declaração de que a Petrobras seria passível de privatização.

Notícia desmentida, posteriormente.

Mas o “estrago” estava feito.

Há mais de 01 ano que a Bovespa vem sendo puxada, quer por “fake news”, como por um noticiário sempre extremamente positivo.

Sim, alguma coisa melhorou, o país esteve paralisado desde 2015 por motivos políticos/midiáticos, algumas commodities foram apreciadas e os bancos, com peso substancial na Bovespa, seus lucros estão execráveis, incomparáveis.

A SELIC caiu, em termos nominais. O impacto psicológico é evidente.

O rendimento real pouco foi alterado.

Mas o fato é que a safra de “boas notícias” parece ter-se esgotado.

Não se fala mais em viés de baixa para a Selic, não há mais FGTS a ser liberado, a situação política azeda a cada dia.

E os bancos privados, escutei hoje, estão bastante desanimados com a área de crédito. Mas não com suas tarifas.

O Brasil sobrevive, capenga.

Será que isso é bom?

p

Categories: BLOG

Bitcoin.

No Comments

E depois a gente brinca de Banco Imobiliário?

Tratam o investidor com respeito algum.

E ele parece gostar!

Categories: BLOG

A alta constante.

No Comments

Um amigo comentou: JM, tenho tirado uma grana na Bolsa, acho que acertei a mão.

Desde quando, perguntei?

– Ahh, desde o começo do ano.

E antes?

– Ahh, perdi muito.

E, assim, não está na hora de realizar e ficar de lado, não?

– Não, agora é que está bom.

Já vi o filme algumas vezes, mas não irei insistir.

Se e economia brasileira estivesse em expansão, se o mundo estivesse sendo sustentado por uma política monetária tradicional, que bom.

Não é o caso.

Tenho receio por ele, a mentira não é eterna.

p

Categories: BLOG

"Se você é estúpido o suficiente", continue comprando Bitcoins, dispara CEO do JPMorgan.

No Comments

De acordo com Dimon, que participou nesta sexta-feira (13) de um fórum sobre economia no IFF (Instituto de Finanças Internacionais), o único valor real do Bitcoin é “quanto o outro trader pagará por aquilo”, ou seja, trata-se apenas de especulação, não de um ativo tangível e com fundamentos.

O presidente do JPMorgan reforçou sua visão que o Bitcoin é uma fraude e não entende o valor de uma moeda não fiduciária, que não tem o “carimbo” do governo. > ADVFN.

Categories: BLOG

Price/earnings.

No Comments

Price

Um cálculo básico no mercado americano é chamado de price/earnings, qual o tempo, dado seu dividendo projetado, que uma ação demorará a remunerar o investidor.

O mercado americano, apesar de conter algumas especulações e grandes fraudes, possui coerência.

O corretor americano também vende sonhos e alguns bastante ilegais, a má-fé não é exclusividade de um povo. Alguns vão presos, lá.

Mas o conjunto das ações que compõe o Índice DJ ou SP, sua enorme maioria possui fundamentos sólidos, o lucro é a mola-mestra.

Uma ação não sobe na Bolsa de lá sem uma causa palpável.

Uma Ambev não sobe por subir, seu lucro potencial é analisado.

Sua cotação era de U$ 6,00 há 01 ano atrás e é de U$ 6,80, hoje.

A Embraer saiu de U$ 18 dólares, passeou por U$ 24,00 dólares e se encontra em U$ 22,00 dólares. Seu P/E é de 15, ou seja, em 15 anos a ação deverá se pagar.

O P/E de uma Usiminas, no Brasil, é de -68, não há lucro.

O P/Ede Magazine Luiza é de 72, o investidor, com base no ultimo balancete de Magazine, inflacionado pelo FGTS, demoraria 72 anos para reaver seu investimento. Nenhum investidor americano compraria Magazine Luiza ao preço atual.

O P/E da Petrobrás também é negativo.

O de Vale encontra-se dentro das expectativas do mercado americano, uma rara exceção.

Poderia citar ao menos mais de 80 (oitenta) empresas que não se enquadrariam dentro do que o mercado considera lógico.

Lame4 (276), Gerdau, Gafisa, WEG, há muitas.

Há uma bolha no mercado americano, há uma enorme bolha no mercado brasileiro.

Não é o objetivo de ninguém te expulsar do mercado, viveriam de que?

O Brasil não demonstra nenhuma capacidade de reação, nossa dívida explode, os lucros das empresas serão pífios, não há a felicidade que buscam te vender.

Mas se você crê que o mercado será de alta e se seu amigo pensa o mesmo, a pressão compradora se fará.

Até o dia final, pois a irracionalidade, um dia, termina. E termina bruscamente.






Categories: BLOG