Serra na TV.

No Comments

Pois é, inventei os genéricos….. diz o programa…..

A história da legislação genéricos no Brasil inicia-se pelo então Deputado Federal Eduardo Jorge em 1991, que apresentou o Projeto de Lei 2.022, que planejava remover marcas comerciais dos medicamentos.

Em 1993, foi publicado por Itamar Franco o Decreto nº 793, de 5 de abril do mesmo ano, que tinha como Ministro da Saúde Jamil Haddad. Este Decreto determinava a existência da denominação do componente ativo nas embalagens dos medicamentos em tamanho maior que a marca.

Eduardo Jorge (deputado pelo PV) voltou à carga em 1999, quando Serra era ministro da Saúde. “Negociamos um substitutivo mais moderado do que meu projeto original e tivemos a aprovação da Lei 9787/99”, diz Eduardo Jorge. “Assim, muitos ajudaram, porém o autor da lei sou eu mesmo”.

O PT não deu força aos genéricos:

Fonte:Imprensa/Anvisa

Brasil ampliou em cinco vezes o número de genéricos registrados.

O número de medicamentos genéricos no país chegou à marca de 16.675 apresentações registradas até a primeira quinzena de setembro de 2010. É o que mostram os dados de registro de medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O número é quase cinco vezes maior que o número de genéricos existentes em 2003, quando a Anvisa contabilizou a existência de 3.591 apresentações registradas.

Veja o quadro completo com a evolução no registro de genéricos*.

O número de registros de novos genéricos feitos a cada ano também aumentou significativamente. Nos três primeiros anos da implantação dos genéricos, a média de registros novos foi de 786 medicamentos por ano. De 2007 a 2009, a média anual foi de 1.569 novos registros.

O Mensalão.. comigo…. não…..

Pelo menos R$ 30 milhões foram desviados desde 2007 da Fundação Butantan, entidade privada ligada ao Instituto Butantan, da Secretária da Saúde de São Paulo, e responsável por cerca de 90% das vacinas produzidas no Brasil.

O esquema de desvio foi descoberto há cerca de um ano pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), do Ministério da Justiça. (Serra não sabia de nada..) Inicialmente o órgão suspeitava de cerca de R$ 2,6 milhões desviados para uma empresa fantasma, que repassou pagamentos a quatro funcionários da Fundação.

Erenice….. 200 mil reais, sem que NENHUM projeto, levado pelo seu filhinho, mercador de ilusões, tenha sido aprovado.

Mais?

Fico o ano todo aqui se entrar em FHC… http://www.estadao.com.br/especiais/o-mensalao-mineiro,4200.htm

Mensalão DEM..

Mensalão do DEM era permanente e estável, diz ex-secretário
01 de dezembro de 2009 • 10h36

Depoimento prestado pelo ex-secretário de Relações Institucionais do governo do Distrito Federal, Durval Barbosa, aponta que o governador José Roberto Arruda (DEM) coordenava um sistema de pagamento de propina "permanente e estável" envolvendo empresários e deputados distritais. A oitiva em que Barbosa aponta detalhes do mensalão do DEM – suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares do Distrito Federal – foi feita em 16 de setembro.

Pois bão, DESLIGUEI A TV!

Eu…. não viajo, a vida deveria ser séria, sempre!

E com momentos felizes, de quando em… vez.

Mas…. felizes … MESMO!!!!!

Categories: BLOG

Mentira do TCU!

No Comments

Bancoop não deu prejuízo a Funcef, Petros e Previ, diz TCU; órgão critica omissão da Petrobras,

DIMMI AMORA
DE BRASÍLIA

Atualizado às 19h36.

O TCU (Tribunal de Contas da União) aprovou relatório onde aponta que não houve prejuízo aos cotistas dos Fundos de Pensão Previ (Banco do Brasil) e Funcef (Caixa Econômica Federal) nas operações de compras de títulos da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários). A Petrobras, patrocinadora de outro fundo de pensão que participou da operação, o Petros, se recusou a fornecer dados para a investigação, segundo o TCU. Mas, com dados enviados pela Superintendência de Previdência Complementar, os técnicos também apontaram que não houve prejuízo na operação.

As compras foram feitas entre 2004 e 2005, quando dirigia a cooperativa João Vaccari, atual tesoureiro do PT (Partido dos Trabalhadores). Os fundos de pensão eram dirigidos por pessoas ligadas ao sindicato dos bancários que têm uma corrente no PT. A oposição no senado levantou suspeita sobre a operação e pediu investigação ao TCU. As operações da Bancoop também são investigadas pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal de São Paulo.

Acredito mais nas “versões dos jornais NACIONAIS” que nos fatos, sou BRASILEIRO, sem amor algum!!!!!

Mais um GRAVE escândalo do PT!!!!!

Outro….

Categories: BLOG

Choveu na plantação?

No Comments

“Achei impressionante que o candidato Serra evita tocar no assunto da descriminalização do aborto, evitando assim falar de saúde pública e de respeitar tantas mulheres, começando pela sua própria mulher. Sim, Mônica Serra já fez um aborto e sou solidária à sua dor.

“Com todo respeito que devo a essa minha professora, gostaria de revelar publicamente que muitas de nossas aulas foram regadas a discussões sobre o aborto, sobre o seu aborto traumático. Mônica Serra fez um aborto. Na época da ditadura, grávida de quatro meses, Mônica Serra decidiu abortar, pois que seu marido estava exilado e todos vivíamos uma situação instável. Aqui está a prova de que o aborto é uma situação terrível, triste, para a mulher e para o casal, e por isso não deve ser crime, pois tantas são as situações complexas que levam uma mulher a passar por essa situação difícil. Ninguém gosta de fazer um aborto, assim como o casal Serra imagino não ter gostado. A educação sobre a contracepção deve ser máxima para que evitemos essa dor para a mulher e para o Estado.

“Assim, repito a pergunta corajosa de minha presidente, Dilma Roussef, que enfrenta a saúde pública cara a cara com ela: se uma mulher chega em um hospital doente, por ter feito um aborto clandestino, o Estado vai cuidar de sua saúde ou vai mandar prendê-la?

“Nesse sentido, devemos prender Mônica Serra caso seu marido seja eleito presidente?

Mas….. o filho era mediúnico ou era do Nunes ?????

Categories: BLOG

Lembranças…. para não esquecer.

No Comments

Lula, ao lado de Dilma, que discursara antes, afirmou que a hora é de comparar projetos, mais que pessoas:

Se a gente achar que a disputa que está em jogo é apenas a disputa entre a candidata Dilma e o candidato de lá a gente vai cometer um engano muito grande. Não é a disputa entre um homem e uma mulher. Se fosse só isso, eu ainda assim preferia essa mulher do que aquele homem para presidir o destino do meu país. Porque conheço a sensibilidade de cada um. Conheço a alma e a cabeça dos dois e é por isso que acho que ela é infinitamente melhor para o país.

Eles não têm noção do que significa R$ 100 para uma pessoa pobre. Eles dão de gorjeta quanto tomam de uísque.

Ele também afirmou que o PSDB foi contra políticas de inclusão:

– Vocês sabem como era o Nordeste e a vida do povo mais pobre antes de eu chegar à Presidência. Quando criamos o Bolsa Família, os de lá diziam que era esmola e que a gente estava fazendo populismo. Eles não têm noção do que significa R$ 100 para uma pessoa pobre. Eles dão de gorjeta quanto tomam de uísque. Vocês sabem como era o desemprego nesse país antes de eu chegar à Presidência. Vocês sabem a destruição das empresas brasileiras. Como andava o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, até a Petrobras eles tentaram mudar de nome. Vocês sabem quantos investimentos deixaram de vir para o Piauí antes de eu ser presidente, porque as pessoas diziam que não iam investir aqui porque o Nordeste não ia para a frente.

Não quer lembrar, não?

Problema… nosso!

 

Categories: BLOG

Cuidado com o euro……….

No Comments

Exportações de tubos despencam em setembro na Turquia.

As exportações de tubos turcos apresentaram uma desaceleração em setembro em relação aos meses anteriores, mas permaneceram elevadas em comparação ao ano passado. A demanda do Oriente Médio/África do Norte e dos EUA continuou firme, apurou a Steel Business Briefing a partir de dados divulgados pela Associação de Exportadoras de Metais & Minerais de Istambul (IMMIB).

Categories: BLOG