Deu na mídia.

SÃO PAULO – Com o décimo corte consecutivo da taxa Selic, que recuou de 7,5% para 7%, o menor nível da série histórica iniciada em 1986 pelo Banco Central, o Brasil caiu uma posição no ranking dos países que praticam os maiores juros reais do mundo, passando do terceiro para o quarto lugar.

De acordo com lista, que é compilada pelo site Moneyou e pela Infinity Asset Management, com o corte de 0,5 ponto percentual na Selic anunciado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) nesta quarta-feira, o juro real no país passa a ser de 2,88% ao ano.

—————-

Mas na ponta tomadora. Os juros praticados pelos bancos brasileiros são absurdamente superiores aos juros mundiais, o spread é irreal.

Encontramos cartões de crédito com juros de até 700% ao ano.

Na Colômbia, 2ª colocada, não passam de 60% ao ano. Os demais mal chegam  10% ao ano e são países de 3º mundo.

Um dos grandes custos na formação de preço ao consumidor provêm de juros e não, necessariamente, de impostos.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image