E o Brasil?

Destrói sua indústria civil. Abre as portas para o mundo, empresas estatais são vendidas como “brindes”. Sem renda, sem empregos (temporários, avulsos?), sem investimento, sem demanda. – Mas o mercado quer! O mercado quer hoje. E o “hoje” já não tem muito a oferecer. E agora, José? Carlos, Antônio, Pedro,… Continue reading