O fim do Brasil, mas de verdade.

No Comments

A coisa é um cadim mais “seriosa”, dizia um frendi canadense.

Temer sai, a gente elege outro e tudo bem?

Nem tanto. Temer poderia privatizar uma farmácia, tudo bem. A distribuidora de remédios e a coisa já seria mais “seriosa”.

Mas Temer quer (e vai, pelo jeito) privatizar o fabricante de remédios. E a coisa fica bastante “seriosa”.

Refazer uma Petrobrás, uma Eletrobrás, os Correios, a Casa da Moeda, Portos, Aeroportos, Banco do Brasil, amigo, é refazer TODA a nossa infra-estrutura. E isso não é nada corriqueiro, demandará décadas!

Ou nunca, talvez.

Nossa siderurgia já era, nossa telefonia, já querem nossas empresas de águas, faculdades. “Eles” querem tudo e, pelas beiradas, o PAÍS.

A coisa é muito, mas muito “SERIOSA”, sim!

A Pátria pode perecer, inexoravelmente.

Um dia.

Categories: BLOG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image