Do jeito que vai….

“É muito difícil fazer previsões, mas para estabilizar nossa dívida em 85% do PIB, com o PIB crescendo a 3% ao ano, precisaremos ainda, de superávits primários da ordem de 2,5%. Temos que reduzí-la judiciosamente para que possamos voltar, no futuro a usar a política fiscal… Isso exige medidas RADICAIS como foi o caso de Collor em 1990, e de Itamar em 1994, na preparação do Plano Real, e parece ser o Plano Temer de desestatização”.

Delfim Netto.

————

Não, Delfim, a desestatização não RESOLVE o Brasil e você sabe!

Sabe, sim.


Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image