TEMER DEIXA HERANÇA MALDITA, APONTA ECONOMISTA DO CREDIT SUISSE.

Sucessor de Michel Temer na presidência viverá quatro anos de déficit primário, prevê Nilson Teixeira, economista-chefe do banco de investimento Credit Suisse; segundo ele, nem sociedade, nem Congresso percebem as consequências de rombos duradouros; “Chamamos os anos 1980 de década perdida, mas esta é ainda pior”, avalia 247 – O… Continue reading